Ir para o conteúdo

  • headernoticias
Edição de 21/10/2018

Em vídeo, Mônica Sousa fala sobre “Donas da Rua”

Projeto de empoderamento das meninas contará com as personagens femininas da Turminha

Publicado em 14 de March de 2016 às 13h03

A Mauricio de Sousa Produções apresentou o projeto Donas da Rua no Dia Internacional da Mulher (8 de março), em defesa do empoderamento das meninas.  E, para representar esse projeto ninguém melhor do que a dentucinha. Em vídeo postado no canal oficial da Turma da Mônica no YouTube , Mônica Sousa, diretora-executiva da MSP e inspiradora da personagem mais famosa do Brasil, explica que as Donas da Rua serão todas as personagens da Turminha, cada uma com seu jeito e suas características.

Uma das principais plataformas de interação do projeto será um site colaborativo onde as meninas poderão enviar, através de textos ou vídeos suas histórias, contando o que as fazem sentir-se como Donas da Rua. Enquanto o site não estreia, o que precisa para ser uma Dona da Rua? “Ser uma mulher corajosa, que se ama, se respeita, gosta do que faz”, resume Mônica, que defende que a mulher não deve deixar que ninguém a maltrate nem a desrespeite. “A Mônica, assim como eu, não acha que o mais importante é ser o que a sociedade espera dela. A personagem já nasceu forte e determinada, sabendo o que quer. E ela quer ser ela mesma. Ser respeitada pelo que é”.

 

Mônica conta que a personagem inspirada por ela nasceu da necessidade de ter personagens femininas nas tirinhas criadas por seu pai, Mauricio de Sousa, mas que a liderança foi espontânea. “Meu pai sempre ouviu o público, desde antes das redes sociais. E as mulheres queriam uma personagem que as representassem. A Mônica virou líder e roubou a cena nas tirinhas que eram, então, do Cebolinha. Ele não aceita até hoje”, conta, brincando. A personagem Mônica estreou nas tirinhas do amigo em 1963.

 

Na primeira ação do projeto Donas ada Rua, a Mauricio de Sousa Produções se tornou signatária dos princípios de empoderamento das Mulheres da ONU Mulheres. Fundamentada na visão de igualdade consagrada na Carta das Nações Unidas, a ONU Mulheres, entre outras questões, trabalha para a eliminação da discriminação contra as mulheres e meninas e a realização da igualdade entre mulheres e homens como parceiros e beneficiários do desenvolvimento, direitos humanos, ação humanitária e paz e segurança. “Estamos juntos com eles e apoiamos os princípios através das nossas personagens femininas, que são crianças fortes, líderes”, resume.


Comentários

Comentários